Eternizando sentimentos através da escrita #DiáriodaLarissa

março 27, 2021

Prazer, meu nome é Larissa. Gostaria de me apresentar novamente, mesmo escrevendo no mesmo blog que eu mantenho desde 2012. Muita coisa mudou desde 2012. A Larissa mudou. A Escritora de Gaveta também. Passamos por relacionamentos tóxicos que nos fizeram escrever longos textos de amor próprio. Passamos por anos de estudos em busca da profissão dos sonhos que nos fizeram parar de escrever sobre sentimentos e focar na escrita sobre o poder da educação. Passamos por términos que nos fizeram escrever sobre recomeços. Passamos por medos que se transformaram em coragem e escrevemos sobre a liberdade de viver a vida que sempre sonhamos. Eu e a Escritora de Gaveta que vive em mim passamos por muitos momentos e permanecemos sempre juntas. Muita coisa mudou, mas não a vontade de eternizar os meus sentimentos e experiências. A escrita me reconstrói, me faz refletir, me salva. E quando eu visito este blog repleto de sentimentos e experiências de diferentes momentos da minha vida, eu me sinto viva. Me sinto completa. Sinto que eu cresci, amadureci e vivi todos os momentos que a vida me proporcionou com muita intensidade e amor. E eu sei que vou continuar crescendo, amadurecendo e vivendo acompanhada da escrita. E eu precisava escrever aqui outra vez. Eu precisava compartilhar. E eu precisava registrar quem é a Larissa neste momento e como a Escritora de Gaveta sempre esteve presente em minha vida. Em qualquer lugar do mundo eu estarei escrevendo e eternizando os meus sentimentos. Vivo hoje uma aventura inesquecivel e a escrita esteve presente em minha vida todos os dias. Escrevi para eternizar a saudade de casa e dos amigos que me faziam rir quando tudo estava ruim. Escrevi para lembrar dos amores passados e do quanto poderia ter sido diferente. Escrevi para entender que a vida é única e cada momento possui a sua importância e o seu significado. Escrevi para compreender o meu próposito na vida. A escrita é para mim o refúgio que eu sempre busquei. É a calmaria no meio da tempestade. E eu desejo que todas as pessoas no mundo possam encontrar esse refúgio em algum lugar. A Larissa de 2021 mudou, mas o seu amor pela escrita continua intacto. O seu amor pela vida e por eternizar cada momento continua o mesmo. A vontade de viver e se aventurar não passou e pelo contrário, tornou-se uma realidade muito mais próxima do que a Larissa de 2012 poderia imaginar. E a arte de viver e se aventurar será tópico para o próximo texto. 

Você também vai gostar de ler:

0 comentários

Por favor, selecione a opção NOME/URL caso não queira que o seu comentário fique anônimo.

Todos os comentários aguardam por aprovação, assim posso responder e ler todos eles. Volte sempre e muito obrigada por estar comentando!