29/08/2017

A estrada da vida


Por mais que as pessoas tenham medo, elas devem se arriscar, pois aprendemos que é errando que vamos tirar algum aprendizado desta nossa vida. Se nunca tentarmos, como saberíamos que daria certo? A vida nos prepara grandes surpresas, algumas boas e outras ruins. Guarde o bom e se livre do ruim. Acredito que tudo acontece por uma razão. A estrada segue com caminhos diferentes e névoas que nos atrapalham. As árvores estão ali para nos dar uma sombra de proteção. Os pássaros cantam para nos distrair, mas a estrada está ali, imóvel. Temos que seguir um caminho, uma direção. Olhar as placas nos ajuda se soubermos o destino para onde estamos indo. Não adianta de nada uma placa sem a informação que queremos. A placa da vida só nos apresenta as informações que buscamos. Se escolhermos a direção, as placas irão nos guiar. E os pássaros? Sempre estarão cantando. Eles não se calam, este é o som do coração, que nos distrai quando não precisamos. E a mente? Essa é a névoa que nos atrapalha. E agora? Seguir os pássaros ou a névoa? Só um conselho: a névoa nos faz parar e esperar que tudo fique mais limpo para seguir em frente. Pense nisso. Enquanto os pássaros ainda estão cantando. As árvores chamamos de família, amigos e pessoas que nos amam. Sempre estarão conosco para nos dar a sombra necessária para nossa proteção. A árvore mãe é a raiz de nossas vidas. Cuida bem de nós para que o sol não fique tão brilhante e nos faça perder o caminho da estrada. A árvore amiga que nos serve de apoio quando estamos cansados e precisamos descansar antes de seguir em frente. E vamos assim dirigindo nesta estrada sem fim, levando nosso coração e nossa mente para longe. E se o caminho acabar? Um caminho nunca se acaba, ele sempre vai nos dar uma alternativa diferente, uma nova rota. Tente seguir em frente, não importa o caminho, só tome cuidado, eu tomarei também. Se precisar pare um pouco e se encoste nas árvores, tome um ar, um pouco da brisa leve tocando o rosto faz bem. Não fique muito tempo encostado, talvez você se acostume com a sombra, busque o sol. Sem medo, siga em frente, vá seguindo, até onde você quiser parar e quando parar, pare por pouco tempo. Ainda irá ter muito caminho pela frente e quanto mais você perde tempo parado, menos tempo você terá de aproveitar todo o caminho. Vá seguindo. Por mais que as pessoas tenham medo, elas devem se arriscar, aliás se nunca seguirmos em frente, como saberemos o nosso caminho? Como saberemos onde vamos parar? É o seguinte: vá seguindo, até onde a estrada da vida te levar.