30/04/2016

Diário da Escritora: Quando a saudade te faz sorrir


Eu precisava começar este texto e abrir novamente o meu diário para vocês. A saudade pode ser boa para percebermos o quanto amamos algo, anote isso aí. A vida é mesmo uma loucura e quando pensamos que estamos indo pelo caminho certo, ela nos joga novamente por uma estrada desconhecida e nos faz caminhar até descobrir onde vamos chegar. Nesses últimos dias me vi em um caminho totalmente novo e desconhecido e fiquei com medo de caminhar, mas caminhei. Fui descobrindo tantas coisas novas, tantos sonhos, tantos sorrisos, tantos aprendizados; que por fim, eu teria me arrependido completamente se não tivesse aberto o meu coração e caminhado por essa estrada da vida. A vida é tão única, tão cheia de surpresas. Senti falta de escrever para vocês, de abrir o meu coração aqui nesta página da internet. Senti falta de conversar com você que está aí do outro lado da tela e perguntar se está tudo bem com você, mesmo sem te conhecer pessoalmente. Senti falta da minha vida de "escritora de gaveta". E tudo acontece exatamente como precisa acontecer, e não adianta questionar com a vida e com Deus. Temos um pai grandioso para guiar nossos caminhos sempre. E agora eu voltei, voltei para escrever, para compartilhar, para me sentir mais feliz e mais completa. Voltei revigorada, como sempre. E a saudade só me serviu para perceber o quanto eu amo e sempre amarei tudo isso. Me sinto tão eu agora como eu nunca me senti antes, e isso é o que realmente importa em minha vida. Precisei de um tempo para colocar minha mente em ordem e o meu coração no lugar, mas agora tenho certeza que eles estão em total sintonia. E isso faz minha vida se tornar ainda mais leve e cheia de boas vibrações. Mais uma vez preciso terminar com o mesmo sentimento de gratidão, gratidão por ser quem eu sou e levar essa vida que eu levo. Obrigada. Obrigada vida, obrigada sonhos, obrigada saudade, obrigada aos meus lápis e meus papéis que me fazem sonhar durante a noite inteira. Obrigada por todos que me ajudam diariamente nesta caminhada. Obrigada. 

2 comentários:

  1. Ai Lari, que texto emocionante. Não deixe o medo e novo atrapalhar seus sonhos, a vida é linda do jeitinho que é <3 Saudades de você, sempre arrasando nos textos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, fico muito feliz! Desistir jamais. ♥

      Excluir

Por favor, selecione a opção NOME/URL caso não queira que o seu comentário fique anônimo.

Todos os comentários aguardam por aprovação, assim posso responder e ler todos eles. Volte sempre e muito obrigada por estar comentando!