17/08/2013

Viver intensamente é para poucos


Viver é ser feliz nas horas tristes, é correr no meio do cemitério, é andar descalço no fogo.
Viver é amar e ser amado, é correr atrás do pecado, querer o impossível e desejar o inexplicável.
Viver é olhar para trás e não ver o passado, é acabar o inacabado; é correr de encontro ao mar sem medo de se afogar.
Viver é escolher tudo para fazer: brincar, correr, pular, gritar, cantar.
Viver é a melhor coisa que se pode fazer.
Viver intensamente é para poucos.
Viver sem viver, só os loucos.

26/07/2013

Procurando por algo dentro de mim


Eu sinto que está faltando um pedaço de mim, sabe? Como se fosse um pedaço importante. E o pior nisso tudo é que eu já procurei por todos os cantos e não encontro de jeito nenhum este pedaço que me falta. Já procurei ali e aqui, na minha cabeça e no meu coração. Talvez falte eu procurar em algum cantinho que fica escondido, bem lá no fundo dessa coisa que a gente chama de alma.
É um pedaço que está me fazendo falta, e muita ainda. Um pedaço essencial para o movimento da minha boca, uma coisa que chamamos de sorriso. Não consigo encontrar o maldito pedaço, onde é que eu o deixei? Talvez esqueci dentro do coração de alguém. Sinto como se fosse hoje, o dia que eu sorri pela última vez, e ao mesmo tempo parece que foi há tanto tempo atrás. Onde está este maldito pedaço? Ele está me fazendo falta. Está faltando sentimento, é isso. O pedaço que eu agora conheço por nome, e é sentimento. Sentimento de amor, de amizade, de união, de alegria. Sentimento bobo que me faz muita falta e trava os movimentos da minha boca. Onde posso encontrar o sentimento? Parece tão difícil ultimamente. Já me faltam palavras, coisa que é difícil de acontecer, mas acontece. Vou então procurar meu pedaço de sentimento, pois se eu não o fizer quem mais fará? Seria bem mais fácil se ele viesse até mim. Lá vou eu então, buscar por alguma coisa que me complete, e talvez eu volte aqui para contar melhor sobre o pedaço que eu achei, se eu o achar.

06/05/2013

Aquecer minha mente e minha alma


Em dias de frio vou pegar o meu cobertor e ficar assistindo televisão. Vou dormir e acordar com o cabelo todo bagunçado. Vou ligar para a minha mãe mesmo que ela esteja no outro cômodo da casa. Vou dormir novamente vendo aquele desenho animado que me faz lembrar dos tempos de criança. Vou sonhar que estou na casa do meu melhor amigo rindo até a barriga doer. Vou sonhar com os doces que comia quando estava ansiosa. Vou pensar que a vida não mudou, não mudou nada. Vou ficar parada, pensando nas horas que passaram e nas horas que eu perdi. Em dias de frio vou tomar chocolate quente e me sentir importante por ter um lar que me aquece. Em dias de frio vou fazer uma boa ação. Em dias de frio vou parar de me preocupar com as preocupações. Em dias de frio vou esquecer o frio que gela todos esses corações, vou aquecer minha mente e minha alma.